3 de mai de 2014

Tormentos

Eu perdi meu coração numa mesa de apostas. O ganhador o levou de qualquer jeito, para meu desespero. Jagado em um canto numa sala escura, os barulhos que vem do quarto são tormentos em meu ser. Você consegue ouvir os batimentos? Sem devolução! Há alguma razão para continuar jogando? Não me deixe sozinha, tenha medo do escuro... As aranhas em sua teia estão me sufocando...

Emanuelle nicoly

Nenhum comentário:

Postar um comentário